Nossa Senhorinha da Salette

Padroeiro:

Dos agricultores e da colheita.

História:

A devoção a Nossa Senhora da Salette foi herdada da França, no século XIX.

Na pequena vila de La Salette, dois pastorinhos, Melânia e Maximino, vislumbraram a figura da Virgem Maria, envolvida por uma bola de fogo que mais parecia o sol caído na terra. Atônitos com a aparição, os jovens pastores ficaram paralisados. Naquele momento, a senhora de fisionomia muito triste e preocupada passou a dirigir-lhes mensagens de alerta recomendando ao povo submissão à vontade de Deus, respeito aos preceitos de sua lei, mais religiosidade, mais dedicação à oração e à espiritualidade pessoal. Num alerta especial àqueles que facilmente blasfemavam contra seu Filho Jesus, fez ameaçadoras profecias aos que não se regenerassem. E, recomendando aos dois pastorinhos que levassem a novidade a todo o povo daquela terra, foi-se elevando e desapareceu em um grande facho de luz que chegava até o céu.

Oração:

Lembrai-vos, Ó Nossa Senhora da Salette, das lágrimas que derramastes por nós, no Calvário. Lembrai-vos também dos cuidados que, sem cessar, tendes por vosso povo, a fim de que, em nome de Cristo, se deixe reconciliar com Deus. E vede se, depois de tanto terdes feito por vossos filhos, podeis agora abandoná-los.

Reconfortados por vossa ternura, ó Mãe, eis-nos aqui, suplicantes, apesar de nossa infidelidade e ingratidão. Não rejeiteis nossa oração, ó Virgem Reconciliadora, mas volvei nosso coração para vosso, Filho.

Alcançai-nos a graça de amar Jesus acima de tudo, e de vos confortar por uma vida de doação, para a glória de Deus e o amor de nossos irmãos.

Nossa Senhora da Salette, Reconciliadora dos pecadores,
Rogai sem cessar por nós que recorremos a vós!

Amém.

Mensagem:

Share Button