Nossa Senhorinha das Dores

Padroeiro:
História:

Nossa Senhora das Dores surge representada sendo ferida por sete espadas no seu coração imaculado (algumas vezes uma só espada), dado ter sido trespassada por uma espada de dor, quando da Paixão e Morte de seu Filho, unindo-se ao seu sacrifício enquanto redentor e sendo por isso chamada pelos teólogos de Corredentora do Género Humano.

É também seu símbolo o Rosário das Lágrimas (ou Terço das Lágrimas), com 49 contas brancas divididas em sete partes de sete contas cada. Aparece também frequentemente representada com uma expressão dolorida diante da Cruz, contemplando o filho morto, ou então segurando Jesus morto nos braços, após o seu descimento da Cruz (dando assim origem à temática das Pietà).

Oração:

Minha Mãe dolorosa,
não vos quero deixar sozinho a chorar, não;
eu quero acompanhar-vos também com as minhas lágrimas.

Esta graça vos peço hoje;
alcançai-me uma contínua lembrança e uma devoção terna
à paixão de Jesus e à vossa, a fim de que todos os dias
que me restam de vida, me sirvam somente para chorar as
vossas dores, e as do meu Redentor.

Elas me alcançarão o perdão, a perseverança, o céu,
onde espero depois recrear-me em vós e cantar as
misericórdias infinitas de Jesus, por toda a eternidade.

Amém.

Mensagem:

Share Button