Santinha Madre Paulina

Padroeiro:

Dos doentes de câncer.

História:

Madre Paulina nasceu no dia 16 de dezembro em Vígolo Vattaro, na Itália. Com apenas 10 anos emigrou com seus pais e irmãos para o Brasil, se estabelecendo em Santa Catarina. Em 1887 ficou órfã de mãe e cuidou da família até seu pai casar novamente.

Madre Paulina participou da vida paroquial na Capela de Nova Trento e foi encarregada de dar aulas de catecismo para as crianças. Dedicava parte do seu tempo para cuidar de pessoas enfermas. Em 12 de julho 1890, já formava um grupo que lhe ajudava a cumprir essa missão.

Depois, Amábile dá início à Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição, na atual Irmandade Santa Casa de Bragança Paulista. Em 1903 deixa Nova Trento e, em São Paulo, ocupa-se de crianças órfãs e de ex-escravos abandonados.

A partir de 1918 passa a ter uma vida muito reservada, dedicando-se à oração e à vida contemplativa. Em 1938 já demonstrava sérios problemas de saúde causados pela diabetes até que lhe foi amputado o braço direito. Passou os últimos meses de sua vida cega, vindo a falecer em 9 de julho de 1942.

Em 18 de Outubro de 1991 foi beatificada pelo Papa João Paulo II e por fim canonizada em 19 de maio de 2002, recebendo oficialmente o nome de Santa Paulina do Coração Agonizante de Jesus. É considerada a primeira santa brasileira, mesmo não tendo nascido no Brasil.

Oração:

Ó Madre Paulina,

Tu que puseste toda a tua confiança no Pai e em Jesus Cristo e que inspirada por Maria te decidiste ajudar o teu povo sofrido, nós te confiamos a Igreja que tanto amas, nossas vidas, nossas famílias, os religiosos e todo o povo de Deus.

(Faça o pedido)

Madre Paulina, intercede por nós junto ao Pai, a fim de que tenhamos a coragem de lutar sempre na conquista de um mundo mais humano, justo e fraterno.

Amém.

Mensagem:

Share Button