São Beneditinho

Padroeiro:

Dos cozinheiros.

História:

São Benedito é um dos santos mais populares do Brasil, cuja devoção nos foi trazida pelos portugueses.

Nasceu por volta do ano 1526, em São Filadelfo, na Sicília (Itália). Nascido de pais escravos, ele sofreu preconceito desde pequeno. Por sua pele negra foi ridicularizado, chamado de “o mouro”.

Trabalhou como pastor de rebanhos. Era irmão Franciscano. Em 1578 foi nomeado guardião ou superior do convento, cargo que aceitou com muita resistência por ser analfabeto.

Foi admirado por todos, dedicando profundo respeito, amor desinteressado, condescendência pelas faltas e fraquezas alheias, zeloso e carinhoso com os doentes e necessitados, terno e sábio.

Possuía o dom de penetrar as mentes e os corações. A tradição popular enriqueceu sua vida com numerosos milagres.

Um deles foi o da multiplicação dos pães. Uma vez ao doar pães aos pobres, onde só haviam alguns poucos, até o cozinheiro do convento fazer mais. Ele chamou os pobres e pôs-se a distribuir-lhes os poucos pães. Foi aí que percebeu que alguma coisa de extraordinário estava acontecendo ali. O pão da cesta não se acabava; quanto mais ele tirava, mais aparecia.

Terminou os seus dias como cozinheiro e morreu no dia 4 de abril de 1589.

Oração:

São Benedito,

Filho de escravos, que encontrastes a verdadeira liberdade servindo a Deus e aos irmãos, independente de raça e de cor, livrai-me de toda a escravidão, venha ela dos homens ou dos vícios, ajudai-me a desalojar de meu coração toda a segregação racial e reconhecer todos os homens por meus irmãos.

São Benedito, amigo de Deus e dos homens, concedei-me a graça que vos peço de coração (pedido).

Por Jesus Cristo, Nosso Senhor.

Amém.

Mensagem:

Share Button