São Lourencinho

Padroeiro:

Dos cozinheiros, dos bibliotecários, dos cômicos e humoristas.

História:

São Lourenço nasceu em Huesca ou Valência, Espanha em 225 aproximadamente e foi um dos sete primeiros diáconos (guardiões do tesouro) da Igreja Cristã, sediada em Roma.

O cargo de diácono era de grande responsabilidade, pois consistia no cuidado dos bens da Igreja e a distribuição de esmolas aos pobres. No ano 257, o imperador romano Valeriano I decretou a perseguição aos cristãos e, ao ano seguinte, foi detido e decapitado o Papa Sisto II.

Quando o Papa São Sisto se dirigia ao local da execução, São Lourenço ia junto a ele e chorava: “Aonde vai sem seu diácono, meu pai?”, perguntava-lhe. O Pontífice respondeu: “Não pense que te abandono, meu filho, pois dentro de três dias me seguirá”.

Após a execução do Papa, o imperador ameaçou a Igreja para entregar as suas riquezas no prazo de 3 dias. Passados três dias, São Lourenço levou as pessoas que foram auxiliadas pela Igreja e os fiéis cristãos diante do imperador. Depois, exclamou a seguinte frase que lhe valeu a morte: “Estes são o patrimônio da Igreja”. O imperador, furioso e indignado, mandou prendê-lo, e ser queimado vivo sobre um braseiro ardente, por cima de uma grelha. A tradição católica diz que o santo conservou seu bom humor mesmo enquanto era executado, dizendo aos que o queimavam: “Podem me virar agora, pois este lado já está bem assado”.

Tornou-se um mártir cristão e é considerado um servo fiel da Igreja.

Este santo foi, desde o século IV, um dos mártires mais venerados e seu nome aparece no cânone da missa. Em todo o mundo cristão, existem muitas igrejas dedicadas a este santo. Geralmente, as estátuas dele apresentam uma grelha (o instrumento que lhe causou a morte) e uma Bíblia nas suas mãos.

Oração:

Onipotente Deus, que ao vosso bem aventurado mártir São Lourenço e destes forças para triunfar sobre as chamas e os seus tormentos, concedei-me que se extingam em mim as chamas de toda a sorte.

Intercedei ó glorioso e corajoso mártir, que mesmo na hora da morte zombaste do vosso carrasco, para que Deus acolha as minhas súplicas, eu que me vejo atormentado e ameaçado pelo fogo do inferno .

Reparti comigo vossa coragem para enfrentar os tiranos, vossa lucidez para encarar os perigos e vossa fé para depositar em Deus vossa vida e vossa alma. Atendei Senhor minha súplica, através da bondosa intercessão do corajoso mártir São Lourenço

Por Cristo, Nosso Senhor, que convosco vive e reina.

Amém.

Mensagem:

Share Button