Anjo da Guarda de Portugal

Padroeiro:

De Portugal.

História:

Santo Anjo da Guarda de Portugal ou Anjo Custódio de Portugal, representa a essência espiritual na figura de um arcanjo que protege a nação portuguesa.

Ele teria surgido pela primeira vez na Batalha de Ourique, a mesma que deu a vitória às forças de D. Afonso Henriques sobre os invasores muçulmanos e que deu a chance de autoproclamar-se Rei de Portugal.

Depois, fez as 3 aparições aos pastorinhos de Fátima…

Na primavera de 1916, as 3 crianças estavam na Loca do Cabeço (Fátima) a pastorear, quando apareceu-lhes um jovem de mais ou menos 14 ou 15 anos (o Anjo da Guarda), mais branco que a neve, dizendo uma oração. As crianças rezaram por três vezes, com o rosto ao chão e esta oração acompanhou os pastorinhos sempre.

A segunda aparição deu-se num dia de verão, no quintal da casa de Lúcia. As crianças estavam brincando sobre um poço, quando o anjo apareceu novamente.

Na terceira aparição, outono do mesmo ano, as crianças rezavam a oração que aprenderam na primeira aparição, e o Anjo lhes apareceu com o cálice e uma hóstia. A hóstia pingava gotas de sangue no cálice. Elas ajoelharam, e o anjo ensinou-lhes uma oração profundíssima que dizia a essência da mensagem de Fátima.

Oração:

Deus eterno e onipotente,
Que destinastes a cada nação o seu Anjo da Guarda,

Concedei que, pela intercessão e patrocínio do Anjo de Portugal,
Sejamos livres de todas as adversidades.

Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho,
Que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

Amém

Mensagem:

Share Button