Cristo Reizinho

Padroeiro:

Dos cristãos leigos.

História:

A festa de Cristo Rei foi criada pelo papa Pio XI em 1925. Instituiu que fosse celebrada no último domingo do ano litúrgico como ponto de chegada de todo o mistério celebrado, para dar a entender que Ele é o fim para o qual se dirigem todas as coisas. Essa festa tem outra característica importante, ela fecha um Ano Litúrgico e abre um novo ano, ou seja, que neste dia os católicos fazem sua passagem de ano, e não no dia 31 de dezembro.

Jesus Cristo dividiu a história e a contagem do tempo, Ele também divide a marcação dos anos, e o maravilhoso é que este Cristo Rei do Universo é bondoso, misericordioso e escolheu passar pelo sofrimento antes de ser coroado Rei. Antes de ser o Cristo Rei, ele foi o Nosso Senhor dos passos, aquele que sofreu, no passivo, os sofrimentos que os pecadores lhe causaram, e Ele escolheu sofrer para salvar a todos, como também aqueles que o faziam sofrer.

Mas o que levou o papa Pio XI a dedicar a primeiríssima encíclica de seu pontificado à criação de uma festa de Cristo Rei?

No início do século XX, o mundo, que ainda estava se recuperando da Primeira Guerra Mundial, foi varrido por uma onda de secularismo e de ódio à Igreja, como nunca visto na história do Ocidente.

Foi assim que, sem medo de ser literalmente ”politicamente incorreto”, o papa Pio XI institui uma festa litúrgica para celebrar uma verdade de nossa fé, mesmo em meio a ditaduras e perseguições à Igreja, recordar que Jesus é Rei do Universo foi um gesto de coragem do Santo Padre. Com as revoluções que se seguiram ao fim do primeiro conflito mundial, em 1917, o título de Cristo Rei tornara-se um tanto impopular.

Mesmo assim, nadando contra a correnteza e se opondo ao secularismo ateu e anti-clerical, o Vigário de Cristo na terra instituiu esta solenidade para nos recordar que todas as coisas culminam na plenitude do Cristo Senhor: ”Eu sou o Alfa e o Ômega, o Princípio e o Fim de todas as coisas”. É necessário reavivar a fé na restauração e na reparação universal realizadas em Cristo Jesus, Senhor da vida e da história.

Oração:

Oh Cristo Jesus, reconheço-Vos Rei Universal.

Tudo o que foi feito para Vós foi criado. Exercei em mim os vossos direitos.

Renovo minhas promessas do Batismo,renunciando a Satanás, às suas pompas e às suas obras, e prometo viver como bom cristão.

Muito particularmente me comprometo a fazer triunfar, por todos os modos que puder, os direitos de Deus e de vossa Igreja.

Divino Coração de Jesus, ofereço-Vos minhas pobres ações para alcançar que todos os corações reconheçam vossa realeza sagrada e assim se estabeleça no universo inteiro o vosso Reino.

Amém

Mensagem:

Share Button