Nhá Chiquinha

Padroeiro:

Dos pobres e dos negros.

História:

Francisca de Paula de Jesus, a Nhá Chica, filha e neta de escravos, nasceu em Santo Antônio do Rio das Mortes em São João Del Rey – MG, e depois mudou-se para Baependi – MG, onde viveu toda sua vida.

Em 1818, com apenas 10 anos de idade, sua mãe faleceu deixando ela e seu irmão, então com 12 anos. Órfãos de mãe, sozinhos no mundo, Francisca Paula e Teotônio, cresceram sob os cuidados e a proteção de Nossa Senhora. Esta, a chamava carinhosamente de “Minha Sinhá”, e nada fazia sem primeiro consultá-la.

Nhá Chica nunca se casou, foi toda do Senhor. Se dava bem com os pobres, ricos e com os mais necessitados. Atendia a todos os que a procuravam, sem discriminar ninguém e, para todos tinha uma palavra de conforto, um conselho ou uma promessa de oração. Ainda muito jovem, era procurada para dar conselhos e fazer orações.

Sua fama de santidade foi se espalhando de tal modo que pessoas de muito longe começaram a visitar Baependi para conhecê-la e sobretudo para pedir-lhe orações.

Nhá Chica era analfabeta, desejava somente ler a Bíblia, mas alguém as lia para ela, e a fazia feliz. Compôs uma Novena à Nossa Senhora da Conceição e em Sua honra, construiu, ao lado de sua casa, uma Igrejinha, onde venerava uma pequena imagem de Nossa Senhora da Conceição que era de sua mãe.

Ao longo dos anos, a “Igrejinha de Nhá Chica”, é hoje o “Santuário Nossa Senhora da Conceição” que acolhe Peregrinos de todo o Brasil e de diversas partes do mundo. Muitos fiéis que visitam o lugar, pedem graças e oram com fé, e aproximadamente 20.000 graças foram alcançadas por intermédio de Nhá Chica.

Ela morreu no dia 14 de junho de 1895, com 87 anos de idade. As pessoas que ali estiveram sentiram exalar-se de seu corpo um misterioso perfume de rosas durante os quatro dias de seu velório. Tal perfume foi novamente sentido no dia 18 de junho de 1998, por Autoridades Eclesiásticas e por membros do Tribunal Eclesiástico em sua Beatificação.

Oração:

Deus nosso Pai,

Vós revelais as riquezas do vosso Reino aos pobres e simples. Assim agraciastes a Bem-Aventurada Francisca de Paula de Jesus, Nhá Chica, com inúmeros dons: Fé profunda, Amor ao próximo e grande Sabedoria. Amou a Igreja e manteve uma terna devoção à Imaculada Conceição.

Por sua intercessão, concedei-nos a graça de que precisamos (pedir a graça). Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Amém

Mensagem:

Share Button