Nossa Senhorinha de Medjugorje

Nossa Senhorinha de Medjugorje

Padroeiro:

História:

A cidadezinha de Medjugorje, da então Iugoslávia, fica no meio de montanhas rochosas. A população é constituída por famílias de camponeses de tradição católica e muito humildes, cuja vida social se resume às atividades paroquiais. O lugar ficou conhecido por todo o mundo a partir de 1981, quando começaram as mais longas aparições de Nossa Senhora na história da Igreja Católica.
No dia 24 de junho de 1981, as jovens Miriana, de 16 anos e Ivanka, de 15, estavam caminhando para suas casas, depois de um passeio no fim da tarde, quando olharam para trás e viram a silhueta de uma mulher de pé em uma nuvem, que flutuava logo acima de um arbusto. Com o susto, desceram a montanha correndo gritando ”é a Gospa!”, que no dialeto deles significa Nossa Senhora.
No dia seguinte, Ivanka e Miriana retornaram ao lugar, seguidas por Jacó, Maria, Ivan e Vicka, e todos eles testemunharam a aparição de Nossa Senhora. Ela contou para Miriana sobre dez eventos que ocorreriam no futuro e pediu que ela contasse ao Padre Petar sobre esses eventos, para ele os revelasse três dias antes que eles acontecessem. Depois disso ela deixou sua primeira mensagem para o mundo: Voltar para Deus através da conversão, fé, jejum, reconciliação, oração, e, principalmente pela vida sacramental.
No terceiro dia consecutivo da aparição, Nossa Senhora estava chorando e repetindo: ”Paz, paz, paz; entre Deus e a humanidade precisa haver paz novamente!”. E disse ainda: ”Se não houver a conversão, esperem sofrimento no futuro, porque a humanidade está preparando sua própria tragédia”. Esta foi a razão pela qual ela foi intitulada como ”Nossa Senhora Rainha da Paz”. Dessa vez, havia mais de 2000 pessoas presentes. Elas viam as reações dos videntes, mas não viam a Virgem Maria. Continuaram ocorrendo as aparições de Nossa Senhora Rainha da Paz diariamente no mesmo horário, cada vez com mais peregrinos testemunhando.
Certa vez, a aparição de Nossa Senhora da Paz aconteceu na igreja da paróquia, quando o sacerdote e vários fiéis estavam presentes. Depois, a Rainha da Paz apareceu na Montanha da Cruz, onde ficou por meia hora. Lá existe hoje em dia uma grande escultura de Nossa Senhora Rainha da Paz. Existem registros de um sinal que apareceu no céu em que letras douradas formavam a palavra ”MIR”, que significa ”PAZ”.
A cidadezinha começou a receber inúmeros romeiros de outros países, mas naquela época eles viviam sob o regime comunista. Por isso, as autoridades do governo tentaram impedir que a população manifestasse sua fé, mas não conseguiram. Principalmente porque a maior parte das pessoas presenciou manifestações de sinais nas estrelas, na lua e no sol, além de diversas curas de doentes e conversões de inúmeros de incrédulos e não cederam ao governo comunista.
Mais de 20 anos depois, a Virgem continuava aparecendo diariamente aos videntes, alertando sobre a urgência da conversão, para que a paz reine no mundo. Atualmente ainda são recebidas mensagens, sempre no dia 25 de cada mês.

Oração:

Ó, Maria, doce Mãe de Jesus Cristo, o, Príncipe da Paz, eis a vossos pés vossos filhos tristes, perturbados e cheios de confusão, pois afastou-se de nós a paz por causa dos nossos pecados. Intercedei por nós para que gozemos a paz com Deus e com nosso próximo, por vosso Filho Jesus Cristo Ninguém pode dá-la, senão este Jesus que recebemos de vossas mãos. Quando nasceu em Belém, os anjos nos anunciaram a paz e quando Ele abandonou o mundo, no-!a prometeu e deixou-a como Sua herança. Vós, o, Bendita, que trazeis sobre os vossos braços o Príncipe da Paz, mostrai-nos este Jesus e deitai-o em nosso coração. Ó, Rainha da Paz, estabelecei entre nós o vosso reino e reinai com vosso Filho no meio do vosso povo que, cheio de confiança, se recomenda à vossa proteção. Afastai para longe de nós os sentimentos de amor próprio, expulsai de nós o espírito de inveja, de maldição e de discórdia. Fazei-nos humildes na fortuna, fortes em paciência e em caridade nos sofrimentos, firmes e confiantes na Divina Providência. Abençoai-nos dirigindo os nossos passos no caminho da paz, da união e da mútua caridade, para que, formando aqui a vossa família, possamos no céu bendizer-vos e a vosso divino Filho por toda a eternidade. Assim seja.

Amém

Mensagem: