Santinho Bonifácio

Santinho Bonifácio

Padroeiro:

Dos católicos alemães.

História:

Filho de uma família de nobres ingleses, nasceu em 673 no sudoeste da Inglaterra, e seu nome de batismo era Winfrid. Seguindo o costume da época, ainda na infância seus pais o levaram para um mosteiro beneditino para que ele recebesse a melhor educação possível, tanto acadêmica quanto religiosa. No mosteiro Winfrid se adaptou bem e quando chegou à juventude percebeu que tinha vocação para a vida religiosa e um desejo ardente de levar o nome de Jesus Cristo aos lugares mais distantes.

Quando completou 19 anos, Winfrid fez seus votos religiosos e então começou sua vida de professor, onde descobriu sua vocação missionária.

Um dia, sentiu em seu coração o desejo de anunciar o Evangelho aos povos germânicos, por isso, fez uma primeira tentativa de chegar à Alemanha para levar a fé cristã. Porém, por causa de divergências políticas entre o duque Radbod, que era pagão, e o rei Carlos Martel, cristão, essa tentativa foi frustrada e ele não conseguiu realizar seu sonho.

No ano 718, Winfrid fez uma peregrinação a Roma. Lá, conseguiu uma audiência com o Papa Gregório II e este decidiu apoiar sua vontade de evangelização da Alemanha. Na ocasião, o Papa orientou Winfrid a assumir o nome de Bonifácio, em homenagem a um famoso santo e mártir romano. Winfrid obedeceu e partiu para sua grande missão de evangelizar os povos germânicos, que ainda não conheciam Jesus Cristo.

Em território alemão, Dom Bonifácio chegou primeiramente à Turíngia. Depois, dirigiu-se à Frísia. Nos dois locais suas pregações conquistaram corações que se converteram à fé cristã. Depois disso, ele andou por quase toda a Alemanha levando a Boa Nova de Jesus Cristo e conquistando os corações dos germânicos.

São Bonifácio voltou a Roma e então foi nomeado como bispo de Mains. A partir desse momento, o apostolado de Bonifácio ganhou nova força. Ele ordenou inúmeros padres e diáconos, fundou vários mosteiros masculinos e femininos, e liderou também a construção de várias igrejas e catedrais por todo o país.

Um dia Bonifácio estava na Holanda, onde foi celebrar a crisma de um enorme grupo de fiéis, e assim que ele iniciou a santa missa, uma horda de pagãos da Frísia invadiu a Igreja e matou todos os que estavam lá dentro. Quando a espada de um infiel estava para atingir seu corpo, ele se protegeu com o Evangelho, mas o adversário derrubou o livro e cortou-lhe a cabeça.

São Bonifácio também é conhecido como o criador da árvore de Natal. Alguns povos germânicos acreditavam nos deuses que formam a mitologia nórdica. Um dos deuses mais importantes era Thor, que, além de ser o deus do trovão, simbolizava o carvalho. Segundo a história, São Bonifácio encontrou alguns germânicos realizando sacrifícios em um carvalho. Para convertê-los, Bonifácio derrubou a árvore e mostrou às pessoas que nada havia acontecido com ele, convertendo assim todos que ali estavam ao cristianismo, sendo assim o possível momento em que as árvores passaram a ser utilizadas como um símbolo cristão.

Oração:

Deus eterno e todo-poderoso, que destes a São Bonifácio a graça de lutar pela justiça até a morte, concedei-nos, por sua intercessão, suportar por vosso amor as adversidades, e correr ao encontro de Vós que sois a nossa vida.

Por Cristo Nosso Senhor,

Amém

Mensagem: