São Filipezinho Apóstolo

São Filipezinho Apóstolo

Padroeiro:

Dos missionários.

História:

São Filipe nasceu em Betsaida, na Galiléia, e conheceu Jesus Cristo exatamente quando perdeu seu pai, tornando-se assim o quinto apóstolo de Cristo.

Ao encontrar Filipe, Jesus o disse: ”Siga-me”. Filipe se encontrou com Natanael e disse: ”Encontramos aquele de quem Moisés escreveu na Lei e também os profetas, é Jesus de Nazaré, o filho de José”.

Filipe esteve presente também na multiplicação dos pães. Quando estava se aproximando a Páscoa, Jesus viu uma grande multidão que vinha ao seu encontro e disse a Filipe: ”Onde vamos comprar pão para eles comerem?” Filipe respondeu: ”Nem meio ano de salário bastaria para dar um pedaço para cada um”.

Um discípulo de Jesus, André, disse: ”Aqui há um rapaz que tem cinco pães de cevada e dois peixes. Mas, o que é isso para tanta gente?”. Nesse momento houve o milagre da multiplicação dos pães.

Em outra passagem do Evangelho de João, Filipe é abordado por alguns gregos que queriam conhecer o verdadeiro Messias. ”Eles se aproximaram de Filipe e disseram”: ”Senhor, queremos ver Jesus”. ”Filipe falou com André e os dois foram falar com Jesus”.

A última intervenção de Filipe se deu depois da última ceia, quando Jesus foi traído por um discípulo. Filipe disse a Jesus: ”Senhor, mostra-nos o Pai e isso basta para nós”. Jesus respondeu:

”Faz tanto tempo que estou no meio de vocês e você ainda não me conhece, Filipe? Quem me viu, viu o Pai. Como é que você diz: Mostra-nos o Pai? Você não acredita que eu estou no Pai, e que o Pai está em Mim?”

Após a morte e a ressurreição de Jesus, Filipe foi enviado para pregar no Egito, Etiópia e depois rumou para a Grécia, onde se fixou em Hierápolis. Estando na Ásia Menor, ocorreu um fato curioso quando ele teria sido obrigado a reverenciar o deus Marte, acendendo um incenso.

Naquele momento, surgiu por trás do altar pagão uma cobra, que matou o filho do sacerdote-mor e mais dois comandados. Em um gesto, o apóstolo os fez ressuscitar e matou a cobra. Este gesto e diversos outros milagres de Filipe proporcionaram a conversão ao cristianismo um grande número de pagãos.

Filipe morreu crucificado de cabeça para baixo, aos oitenta e sete anos, em Gerápolis, na época do Imperador Domiciano. Suas relíquias teriam sido transportadas para Roma e colocadas na Igreja dos Apóstolos, junto com as relíquias de São Tiago, o Menor.

Oração:

Ó Deus, que destes a São Filipe e sua família a graça de anunciar o Evangelho não só com palavras, mas também com o precioso testemunho e demonstração de amor total a vós a ponto de sacrificarem suas vidas pela causa de Jesus Cristo, dai também a nós a graça da fidelidade e do testemunho cristão onde quer que estejamos.

Por Cristo, Senhor nosso,

Amém

Mensagem: