São Mateusinho

Padroeiro:

Dos contadores, economistas e dos auditores fiscais.

História:

Na época em que a Palestina era apenas uma província romana, os impostos cobrados eram onerosos e pesavam brutalmente sobre os ombros dos judeus. A cobrança desses impostos era feita por rendeiros públicos, considerados homens cruéis. Um dos piores rendeiros da época era Levi, que, mais tarde, trocaria seu nome para Mateus, o “dom de Deus”. Um dia, depois de pregar, Jesus caminhava pelas ruas da cidade de Cafarnaum e encontrou com o cruel Levi. Olhou-o com firmeza nos olhos e disse: “Segue-me”. Levi, imediatamente, levantou-se, abandonou seu rendoso negócio, mudou de vida, de nome e seguiu Jesus.

São Mateus foi o primeiro apóstolo a escrever um livro contando a vida e a morte de Jesus Cristo, ao qual ele deu o nome de Evangelho. Quando o apóstolo São Bartolomeu viajou para as Índias, levou consigo uma cópia.

Depois da morte e ressurreição de Jesus, os apóstolos espalharam-se pelo mundo e Mateus foi para a Arábia e a Pérsia para evangelizar aqueles povos. Porém foi vítima de uma grande perseguição por parte dos sacerdotes locais, que mandaram arrancar-lhe os olhos e o encarceraram para depois ser sacrificado aos deuses. Mas Deus não o abandonou e mandou um anjo que curou seus olhos e o libertou. Mateus seguiu, então, para a Etiópia, onde mais uma vez foi perseguido por feiticeiros que se opunham à evangelização. Porém o príncipe herdeiro morreu e Mateus foi chamado ao palácio. Por uma graça divina fez o filho da rainha Candece ressuscitar, causando grande espanto e admiração entre os presentes. Com esse ato, Mateus conseguiu converter grande parte da população. Na época, a Igreja da Etiópia passou a ser uma das mais ativas e florescentes dos tempos apostólicos.

São Mateus morreu por ordem do rei Hitarco, sobrinho do rei Egipo, no altar da igreja em que celebrava o santo ofício da missa. Isso aconteceu porque não intercedeu em favor do pedido de casamento feito pelo monarca, e recusado pela jovem Efigênia, que havia decidido consagrar-se a Jesus. Inconformado com a atitude do santo homem, Hitarco mandou que seus soldados o executassem.

No ano 930, as relíquias mortais do apóstolo são Mateus foram transportadas para Salerno, na Itália, onde, até hoje, é festejado como padroeiro da cidade. A Igreja determinou o dia 21 de setembro para a celebração de são Mateus, apóstolo.

Oração:

São Mateus, São Mateus, nosso Santo Protetor!

Como pronto não temestes dos mundanos o rancor, fazei que tudo afrontemos para seguir o redentor.

Glorioso são mateus que seguiste a Jesus, interceda com carinho pelo povo do senhor.

De publicano éreis, grande apóstolo vos tornastes escrevendo o evangelho vossa fama proclamastes.

Glorioso São Mateus que seguiste a Jesus, interceda com carinho pelo povo do senhor.

O povo de São Mateus com grande fervor pede o seu auxílio poderoso ante o trono do senhor.

Glorioso São Mateus que seguiste a Jesus, interceda com carinho pelo povo do senhor.

São Mateus, São Mateus, nosso santo protetor!

Glorioso apóstolo São Mateus, meu amado protetor, dai-nos graça que é necessária para cumprirmos com prontidão os desígnios do senhor!

Amém.

Mensagem:

Share Button