Nossa Senhorinha de Caravaggio

Padroeiro:

Dos Agricultores e dos motoqueiros.

História:

Caravaggio é uma cidade localizada entre Veneza e Milão, na Itália. Em 1431 foi dominada pelos venezianos, e ocorreram divisões políticas e religiosas, ataques de bandidos e muitas heresias.

Em 26 de maio de 1432, nesse cenário desolador, ocorreu a aparição de Nossa Senhora a uma camponesa de nome Joaneta. Maltratada e humilhada pelo marido, Francisco Varoli, Joaneta colhia pasto, quando entre lágrimas e orações, ela avistou uma senhora, semelhante a uma rainha e cheia de bondade. Era Nossa Senhora que apareceu à vidente Joaneta, dizendo ”Tenho conseguido afastar do povo cristão os merecidos e iminentes castigos da Divina Justiça e venho anunciar a Paz”. Pediu também que o povo voltasse a fazer penitência, jejuar nas sextas-feiras e orar na igreja, no sábado à tarde, em agradecimento pelos castigos afastados, e que lhe fosse erguida uma capela. Assim, foi denominada Nossa Senhora de Caravaggio, e ao lado de onde estavam seus pés, brotou uma fonte de água, existente até os dias de hoje, onde muitos doentes recuperam a saúde.

Joaneta, como verdadeira missionária, levou ao povo e aos governantes a mensagem de Maria. Em suas visitas, levava ânforas com água da fonte sagrada, que resultava em curas extraordinárias, prova da veracidade da aparição. Logo a paz foi restabelecida na pátria e na Igreja.

Um certo dia chegou à margem da fonte milagrosa um homem incrédulo chamado Graziano. Ele pegou um galho seco, atirou na água e disse: ”Se é verdade que Nossa Senhora pisou esta terra, enverdeça este ramo”. Quando o bastão seco tocou a água, verdejou-se, brotaram galhos, cobriu-se de folhas e desabrocharam flores.

Oração:

Lembrai-vos, ó puríssima Virgem Maria, que jamais se tem ouvido que deixásseis de socorrer e de consolar a quem vos invocou implorando a vossa proteção e assistência; assim, pois, animado com igual confiança, como a mãe amantíssima, ó Virgem das virgens, a vós recorro; de vós me valho, gemendo sob o peso de meus pecados, humildemente me prosto a vossos pés. Não rejeiteis as minhas súplicas, ó Virgem de Caravaggio, mas dignai-me ouvi-las propícias e me alcançar a graça que vos peço.

Amém

Mensagem:

Share Button