Nossa Senhorinha de Czestochowa

Padroeiro:

Dos doentes e contra as doenças da alma.

História:

Nossa Senhora de Czestochowa (ou Nossa Senhora do Monte Claro) foi pintada por São Lucas, o Evangelista. E foi ao pintar o quadro, que Maria disse a ele sobre a vida de Jesus, que mais tarde foi incorporada ao seu evangelho. A próxima vez que ouvimos falar sobre a pintura foi em 326 D.C. quando Santa Helena em Jerusalém deu um quadro ao seu filho Constantino que tinha construído um santuário em Constantinopla. Durante uma batalha, a pintura foi colocada nas paredes da cidade e os inimigos fugiram. Nossa Senhora salvou a cidade da destruição.

A pintura foi conservada por outras pessoas até 1382 quando invasores tártaros atacaram a fortaleza do Príncipe Ladislau onde a pintura estava localizada. Uma seta dos tártaros atingiu a garganta de Nossa Senhora. O príncipe transferiu a pintura para a igreja de Czestochowa, Polônia. Em 1430, a igreja foi invadida e um saqueador atingiu a pintura duas vezes com uma espada, mas antes que pudesse golpeá-la outra vez, ele caiu no chão em agonia e dor, e morreu. Os cortes de espada e a ferida ainda são visíveis na pintura.

Os milagres de Nossa Senhora parecem acontecer em escala pública. Durante sua permanência em Constantinopla, ela teria expulsado os sarracenos da cidade. Da mesma forma, em 1655 um pequeno grupo de defensores poloneses foi capaz de expulsar um exército muito maior de invasores suecos do santuário. No ano seguinte, a Santíssima Virgem foi aclamada rainha da Polônia pelo Rei Casimir.

Quando os russos estavam às portas da Varsóvia em 1920, milhares de pessoas caminhavam da Varsóvia para Czestochowa para pedir ajuda a Nossa Senhora. Os poloneses derrotaram os russos em uma batalha ao longo do Rio Vístula. Durante a 2ª Guerra Mundial sob a ocupação alemã, os fiéis fizeram romaria como prova de desafio. Esse espírito ateu se aprofundou durante os anos comunismo soviético. A tentativa do governo de parar as peregrinações, falhou.

Houve relatos seculares de acontecimentos milagrosos, tais como curas espontâneas acontecendo para aqueles que fizeram peregrinação ao retrato.

É conhecida também com ”Nossa Senhora Negra” por causa da fuligem de resíduos que descolorem a pintura. A fuligem é o resultado por séculos das luzes votivas de velas acesas em frente a pintura.

Oração:

Ó Maria, querida Nossa Senhora de Czestochowa, olhai graciosamente para seus filhos neste mundo conturbado e pecador. Abrace todos nós com seu amor e proteção maternal. Proteja nossos jovens dos caminhos ímpios; ajude aos nossos queridos idosos, os enfermos, e aqueles que se preparam para sua páscoa eterna. Seja o escudo das crianças indefesas e a nossa força contra todo o pecado. Poupe seus filhos de todo o ódio, da discriminação e da Guerra. Encha nossos corações, nossos lares e nosso mundo com a paz e o amor que vem de Seu filho, a quem tão ternamente segura nos braços. Ó Rainha e Mãe, padroeira da Polônia e de São João Paulo II, seja nosso conforto e força! Em nome de Jesus, nós rezamos.

Amém

Mensagem:

Share Button