Santinha Marta

Padroeiro:

Das donas de casa e das cozinheiras.

História:

Marta era irmã de São Lázaro e Maria de Betânia, perto de Jerusalém. Quando Jesus se hospedava em sua casa, Marta era solícita e cuidava do seu bem estar. Em uma visita, Marta reclamou que Maria ficava sentada ouvindo Jesus, deixando-a com todo o trabalho. Jesus respondeu em tom de brincadeira: “Foi Maria que escolheu a melhor parte”. Assim Marta tornou-se o protótipo da ativista Cristã e Maria o símbolo da vida contemplativa. Marta foi então a única que foi procurar Jesus, quando Lázaro morreu, enquanto Maria ficou em casa. A tradição diz ainda que, para aqueles que diziam que já era tarde e que Lázaro já estava morto, Marta retrucou energicamente que não tinha a menor importância pois Jesus iria curá-lo. E de fato quando Jesus chegou, Lázaro já estava enterrado e seu corpo já apresentava sinais de putrefação, mas Marta não se abalou, e com enorme fé, pediu a Jesus para curá-lo e este foi o maior dos milagres de Jesus.

Mais ainda, ela disse a Jesus que acreditava que o Senhor Pai daria a ele o que pedisse. Em resposta aquela fé inabalável, ela foi a primeira a ouvir de Jesus a sua mais profunda revelação. Quando Marta disse que ela acreditava que seu irmão iria se levantar de novo, Jesus disse a Marta: “Eu sou a ressurreição e a vida, aquele que crê em mim viverá mesmo que ele morra, e todos que vivem e crêem em mim, nunca morrerão.”

“Você acredita nisto?” perguntou Jesus à Marta, e ela respondeu: “Sim meu Senhor, eu acredito que Você é o Messias e o Filho de Deus.”

A tradição diz ainda que Marta foi com Maria e Lázaro para a França servindo como missionária.

Uma lenda diz que naquele tempo, vivia nas margens do Ródano, um dragão que matava todos os transeuntes e fazia naufragar os barcos.

Marta, a pedido do povo, foi procurá-lo e encontrou-o no bosque comendo um homem; atirou água benta sobre ele e mostrou-lhe uma cruz. Em seguida, vencido, Santa Marta atou-lhe o seu cinto e ali mesmo foi morto pelo povo com lanças e pedras.

Oração:

Ó gloriosa Santa Marta, entrego-me confiante em vossas mãos, esperando o vosso amparo. Acolhei-me sob a vossa proteção, consolai-me nos meus sofrimentos. Em prova do meu afeto e devoção, ofereço-vos esta luz, que acenderei todas as terças-feiras desta novena.

Pela felicidade que tivestes em hospedar em vossa casa o Divino Salvador do mundo,consolai-me em minhas penas. Intercedei hoje por mim e por minha família, para que tenhamos o auxílio de Deus Todo-Poderoso nas dificuldades da nossa vida.

Suplico-vos, gloriosa santa, que em vossa grande bondade, me consigais especialmente a graça que ardentemente vos peço e que tanto preciso (fazer o pedido).

Rogo-vos que me ajudeis a vencer todos os obstáculos que se apresentarem em meu caminho, com a mesma serenidade e fortaleza que vós tivestes ao transpassar o dragão que tendes aos vossos pés.

Amém.

Mensagem:

Share Button