Santinha Tatiana

Padroeiro:

Dos estudantes.

História:

Santa Tatiana nasceu em uma ilustre família romana, e seu pai foi eleito cônsul por três vezes. Ele era secretamente um cristão e levantava sua filha a Igreja, algo que era proibido no Império Romano.

Quando chegou a idade adulta, Tatiana decidiu permanecer virgem, tornando-se noiva de Cristo.

Roma era governada por Alexandre Severo entre 222-235, um feroz inimigo e perseguidor dos cristãos.

Durante esse período, Tatiana foi descoberta e presa, levada ao templo de Apolo e forçada a oferecer sacrifícios aos deuses. A santa começou a rezar, e de repente houve um terremoto.

Os pagãos, em seguida arrancaram os olhos com ganchos de Tatiana, mas ela resistiu bravamente a tudo, rezando por seus torturadores que o Deus abrisse seus olhos espirituais. Deus ouviu sua oração, quando os carrascos viram quatro anjos ao redor da santa e logo se converteram.

No dia seguinte, Tatiana foi levada perante o juiz. Ao vê-la completamente curada de suas feridas, ela foi despida e espancada, e seu corpo foi cortado com uma navalha.

Uma fragrância maravilhosa encheu o ar, e ela então foi jogada no chão e espancada por tanto tempo que os servos tiveram que ser substituídos por diversas vezes. Eles ficaram exaustos e diziam que uma força estava lhes batendo com varas de ferro, onde na verdade eram os anjos afastando os golpes dirigidos a ela e direcionando contra os torturadores, fazendo com que nove deles caíssem mortos.

Eles então jogaram Tatiana na prisão, onde rezou durante toda a noite, e na manhã seguinte Tatiana foi levada ao tribunal mais uma vez.

Os torturadores viram com espanto que, após tantos tormentos, ela estava completamente sã e ainda mais radiante e bonita do que antes, e então eles começaram a importuná-la para oferecer sacrifícios à deusa Diana, a santa pareceu concordar, e eles a levaram para o templo pagão.

Tatiana fez o sinal da cruz e começou a rezar, de repente, houve um trovão ensurdecedor, e um raio atingiu as oferendas e os sacerdotes pagãos. E mais uma vez, a mártir foi duramente torturada, ela foi pendurada e lixada com garras de ferro, e seus seios foram cortados.

Naquela noite, anjos apareceram para ela na prisão e curaram suas feridas, como antes.

No dia seguinte, levaram Santa Tatiana ao Coliseu, soltando um leão faminto perto dela, o animal apenas mansamente lambeu seus pés.

Quando estava sendo levado de volta para sua jaula, o leão matou um dos torturadores, e com isso atiraram Tatiana ao fogo, mas as chamas não a queimaram.

Os pagãos, pensando que ela era uma feiticeira, cortaram seus cabelos, e trancaram-na no templo de Zeus. E no terceiro dia, os sacerdotes pagãos entraram ao templo, e viram a imagem de Zeus quebrada em pedaços, e Tatiana louvando alegremente ao Senhor Jesus Cristo.

O juiz então condenou-a a ser decapitada com uma espada. Seu pai também foi executado com ela, porque ele a havia educado a amar a Cristo.

Oração:

Ó Deus, que destes a Santa Tatiana a graça do amor perfeito, que perdoa os inimigos e entrega sua própria vida por Nosso Senhor Jesus Cristo, dai-nos a graça da perseverança até o fim perante os sofrimentos desta vida. Dai-nos a graça da fidelidade à fé e a Jesus Cristo e que o nosso testemunho ilumine a vida daqueles que nos cercam. E, por intercessão de Santa Tatiana, virgem e mártir, pedimos a graça. Por nosso Senhor Jesus Cristo, na unidade do Espírito Santo.

Amém

Mensagem:

Share Button