São Valentinzinho

Padroeiro:

Dos namorados e dos apaixonados.

História:

Na Roma antiga, o imperador Cláudio II, durante seu governo , proibiu a realização de casamentos em seu reino, com o objetivo de formar um grande e poderoso exército.

Cláudio acreditava que os jovens, se não tivessem família, alistar-se-iam com maior facilidade. No entanto, um bispo romano continuou a celebrar casamentos, mesmo com a proibição do imperador. Seu nome era Valentim e as cerimónias eram realizadas em segredo.

A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens jogavam flores e bilhetes dizendo que os jovens ainda acreditavam no amor.

Entre as pessoas que jogaram mensagens ao bispo estava uma jovem cega, Astérias, filha do carcereiro, a qual conseguiu a permissão do pai para visitar Valentim. Os dois acabaram apaixonando-se e, milagrosamente, a jovem recuperou a visão. O bispo chegou a escrever uma carta de amor para a jovem com a seguinte assinatura: “de seu Valentim”, expressão ainda hoje utilizada. Valentim foi decapitado em 14 de Fevereiro de 270.

Oração:

São Valentim,

que semeastes a bondade, o amor e a paz na Terra,
sede meu guia espiritual.

Ensinai-me a aceitar os defeitos e as falhas
do meu companheiro e ajudai-o a reconhecer as
minhas virtudes e vocações.

Vós, que compreendeis os que se amam e desejam
ver a união abençoada por Cristo, sede nosso advogado,
nosso protetor e nosso abençoador. Em nome de Jesus,

Amém.

Mensagem:

Share Button